5 de mar de 2013

Minguante

No trinido do silêncio
A voz da escuridão grita
um ensurdecedor berro
E quem seu mundo habita
escuta emudecido
o som forte como ferro.

Sente-se ferido
o pobre desavisado
que escuta tal troar
sem estar preparado
para o conhecimento que a noite esconde
Embaixo dos seus olhos de luar

Nenhum comentário: