2 de jun de 2014

sagrou-se saturno

sagrou-se saturno
em jornada atlântida soturna
sob maios de lua escondida
na densa névoa crepuscular
que ritmava a palpitação
deleitado, com os olhos castanhos
magnífico
suprimia a existência em sublimação
sentindo afáveis cheiros
do sol e da terra em transfusão
brindou ao escuro e á escuridão
e só entre muros de tijolos
desfez-se da luz das estrelas
planou todo seu caminho mas
na primeira montanha nevada
ergueu-se às alturas das nuvens
esgueirando dos falcões
e dos miseráveis fios de luz
famigerado campo elétrico
minando pupilas ensandecidas
findando absoluto ardor.

Nenhum comentário: