21 de nov de 2013

diagólogo

as incríveis mulheres da china
e suas histórias de dormir
aterrorizando pequenos fetos 
esperando ainda na placenta
20 dias sem sol no saara
os fungos já cansaram-se
de tanta umidade.

Queria escrever algo feliz que representasse todo o sorriso para o subnutrido indigente  abraçar seu mundo sem grandes mortes, deitar nessa límpida segurança que nos é oferecido em uma grande bandeja doirada, apenas escambando nosso próprio exemplar, nossa cabeça, nossos braços, nossa mente em troca de uma doce torta de prestígio. A ebulição de nossos seres necessitados de uma continuidade e clamando por uma mudança drástica tornou-se lenta e moral, suas gargalhadas agora devem muito pro desespero. Pesquisas de sondagem tornam-se cada vez mais frequentes, mas a grande guerra continua superficial, a grande estrela queima seu combustível visualizando o fim de leis tão antigas que desdenham em relevância dos pensamentos newtonianos. E o rosto que sorria agora está afogado em lama, pois quando o interior desmorona-se, o desmoronamento ao seu redor pesa-lhe nos ombros, a força necessária pra erguer-los esvai-se, todo o precipício que adentrou no peito enquanto solene e inocente o observava prendeu-se em seu peito e ao ver profundamente, conversa com o fundo que  não vê.

Nenhum comentário: